Buscar
  • Dr Rodolfo Weidmann

Doenças do Colágeno - Você já ouviu falar?

O colágeno é bom para “firmeza” da pele? Certamente você já ouviu esta afirmação em algum lugar. Outra afirmação é que o colágeno é bom para estrutura de nossas cartilagens. Mas você sabe o que é o colágeno? E você conhece que há doenças genéticas e adquiridas específicas do colágeno? Vamos destrinchar este tópico!


O que é o Colágeno?

O colágeno é a proteína mais abundante de nosso organismo! Representa cerca de 30% da massa corporal de nossas proteínas. São mais de 20 tipos de colágenos que exercem diferentes funções, especialmente estruturais. Em destaque cito o Colágeno Tipo I que, além de ser o mais abundante do corpo, apresenta papel na resistência à tensão e ao estiramento, e o Colágeno Tipo II que possui grande resistência à pressão.


Doenças genéticas do Colágeno:

Muitas doenças podem acometer as fibras colágenas interferindo na sua estrutura, síntese ou degradação. Destaco primeiro as principais doenças genéticas:


Síndrome de Ehler-Danlos

Há vários subtipos desta doença. O tipo clássico (anteriormente conhecido como tipo I e II) é caracterizado pela hiperextensibilidade cutânea e lassidão articular, promovendo luxações frequentes. O tipo hipermobilidade (antigo tipo III) há somente o componente de frouxidão articular. Há também o tipo vascular (antigo Tipo IV), que é o mais grave, em que há ruptura de vasos e vísceras.


Osteogênese Imperfeita

Resulta de uma produção insuficiente ou de má qualidade do colágeno tipo I. Também há um amplo leque de manifestações e níveis de gravidade, variando o grau de deformidade e expectativa de vida.


Síndrome de Alport

Devida mutações em genes do colágeno tipo IV, há um acometimento renal (glomerulopatia) que pode levar a insuficiência dos rins e há perda auditiva neurossensorial progressiva.


Doenças adquiridas do Colágeno:

Dentre as doenças adquiridas que alteram o colágeno, vou destacar uma, que é o Escorbuto, devido carência substancial de vitamina C, qual leva a fragilidade capilar, hemorragias e, em alguns casos, deformidade ósseas.


E você: conhece alguém que sofre de alguma doença do colágeno ou está em investigação? Compartilhe conosco! Certamente outras pessoas vão se identificar.




17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo